23/02/2024 às 14h23min - Atualizada em 23/02/2024 às 14h23min

Pastora morre baleada em tiroteio entre criminosos na Gardênia Azul

Segundo moradores, Marta voltava do mercado com a filha e estava na porta de casa quando aconteceu uma invasão de homens armados.

 

Por Marco Antônio Canosa, Matheus Gifonni, Jefferson Monteiro, Bom Dia Rio

 

 

Uma pastora evangélica morreu após ter sido baleada durante um confronto entre criminosos na Gardênia Azul, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, na noite desta quinta-feira (22).

Segundo moradores, Marta Gomes, de 43 anos, voltava do mercado com a filha por volta das 21h e estava na porta de casa, na Rua Soraya, quando aconteceu uma invasão de homens armados. Houve intenso tiroteio.

A TV Globo apurou que traficantes atacaram a Comunidade do Marcão — onde Marta morava —, dominada pela milícia.

 

Marta foi atingida na cabeça e nas costas. Ela foi levada por vizinhos para a UPA da Cidade de Deus, onde morreu.

A Delegacia de Homicídios da Capital (DHC) investiga o caso. Agentes fazem uma perícia complementar e outras diligências no local.

 

Vítima pretendia se mudar

 

Marta tinha se casado recentemente e deixa 8 filhos e netos.

Vizinhos contaram à TV Globo que ela estava prestes a se mudar do Marcão justamente por temer a violência no local. Ela já teria encerrado o contrato de aluguel.

 

A Comunidade do Marcão é dominada pela milícia, mas tem sido alvo de disputas de traficantes. Marta pretendia se mudar para um apartamento na Estrada do Gabinal, na Cidade de Deus.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://wechannel.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp