25/01/2024 às 12h15min - Atualizada em 25/01/2024 às 12h15min

Argentinas relatam estupro e cárcere privado em casa noturna no litoral de SC

Caso passou a ser investigado na segunda-feira, depois que as mulheres foram encontradas em uma unidade de saúde de Bombinhas e relataram o caso à PM.



 

A Polícia Civil cumpriu nesta quinta-feira (25) um mandado de busca e apreensão em uma casa noturna de Bombinhas, no Litoral Norte, investigada por manter duas mulheres argentinas em cárcere privado. As vítimas relataram que também foram vítimas de estupro no local.

O caso passou a ser investigado na segunda-feira (22), depois que as estrangeiras foram encontradas em uma unidade de saúde do município e relataram o caso à Polícia Militar.

As vítimas alegaram à polícia que trabalharam no local por duas semanas. Em depoimento, o suspeito negou as acusações e disse que "nunca manteve as mulheres em cárcere privado e que não praticou qualquer tipo de irregularidade no estabelecimento", informou a Polícia Civil.

Imagens do circuito interno das câmeras de segurança serão analisados. Um celular foi apreendido. A Polícia Civil também encontrou uma quantidade de entorpecente. O suspeito foi autuado por posse de drogas para consumo pessoal.

Ao g1, a Polícia Civil afirmou que não há suspeita de tráfico de pessoas e as vítimas não estão em Programa de Proteção. Uma das mulheres irá retornar para a Argentina com apoio da Assistência Social do município de Bombinhas. Já a outra pretende permanecer no estado.

Conforme a Polícia Civil, a investigação vai aguardar a perícia dos equipamentos. Outros detalhes do caso e o nome da casa noturna não foram divulgados.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://wechannel.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp