15/12/2023 às 16h41min - Atualizada em 15/12/2023 às 16h41min

Exército de Israel diz ter matado por engano 3 reféns israelenses sequestrados pelo Hamas

MENUMUNDO BUSCAR Exército de Israel diz ter matado por engano 3 reféns israelenses sequestrados pelo Hamas Em comunicado, forças israelenses disseram ter 'aprendido lições' com o caso, que chamaram de incidente. Reféns foram confundidos com terroristas do Hamas durante incursão na Cidade de Gaza, segundo militares. Grupo terrorista ainda tem 135 pessoas sob seu poder.



 

O Exército de Israel afirmou nesta sexta-feira (15) que suas tropas mataram por engano três reféns israelenses que estavam em poder do Hamas.

 

"Durante os combates em Shejaiya, uma força das Forças de Defesa de Israel identificou erroneamente três reféns israelenses como uma ameaça. Como resultado, a força disparou contra eles e eles foram mortos", declarou, em comunicado, um porta-voz do Exército.

 

Os reféns foram mortos durante uma operação de tropas israelenses em Shejaiya, bairro da Cidade de Gaza, no norte do território palestino.

Dois dos três reféns mortos foram identificados. Ambos, ainda segundo o governo israelense são cidadãos israelenses e haviam sido sequestrados em 7 de outubro pelo grupo terrorista:

 

  • O israelense Yotam Haim, sequestrado no kibutz de Kfar Gaza;
  • Samer Talalka, sequestrado no kibutz de Nir Am;

 

O nome do terceiro refém morto não foi divulgado, a pedido da família, ainda de acordo com Israel. Os corpos foram levados pelos soldados a território israelense, onde foram identificados.

 

'Aprendemos lições'

 

Em nota, as Forças de Defesa de Israel chamaram o caso de "incidente" e disseram que aprenderam 'lições' com o episódio, mas afirmaram que seguirão em busca dos reféns ainda em poder do Hamas.

"Enfatizamos que esta é uma zona de combate ativa na qual ocorreram combates contínuos nos últimos dias. Foram aprendidas lições imediatas do evento, que foram transmitidas a todas as tropas em terreno. Expressamos profundo pesar pelo trágico incidente, e enviamos às famílias as mais sinceras condolências. Nossa missão nacional é localizar os desaparecidos e devolver todos os reféns para casa", disse o Exército, em comunicado.

O Exército de Israel não havia informado, até a última atualização desta reportagem, onde exatamente estavam os reféns no momento em que foram alvejados pelos soldados - há relatos de que a maior parte dos reféns está em túneis utilizados pelo grupo terrorista.

 

  • O israelense Yotam Haim, sequestrado no kibutz de Kfar Gaza;
  • Samer Talalka, sequestrado no kibutz de Nir Am;

 

O nome do terceiro refém morto não foi divulgado, a pedido da família, ainda de acordo com Israel. Os corpos foram levados pelos soldados a território israelense, onde foram identificados.

 

'Aprendemos lições'

 

Em nota, as Forças de Defesa de Israel chamaram o caso de "incidente" e disseram que aprenderam 'lições' com o episódio, mas afirmaram que seguirão em busca dos reféns ainda em poder do Hamas.

"Enfatizamos que esta é uma zona de combate ativa na qual ocorreram combates contínuos nos últimos dias. Foram aprendidas lições imediatas do evento, que foram transmitidas a todas as tropas em terreno. Expressamos profundo pesar pelo trágico incidente, e enviamos às famílias as mais sinceras condolências. Nossa missão nacional é localizar os desaparecidos e devolver todos os reféns para casa", disse o Exército, em comunicado.

O Exército de Israel não havia informado, até a última atualização desta reportagem, onde exatamente estavam os reféns no momento em que foram alvejados pelos soldados - há relatos de que a maior parte dos reféns está em túneis utilizados pelo grupo terrorista.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://wechannel.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp