10/10/2023 às 20h20min - Atualizada em 11/10/2023 às 00h01min

Giuliano Ribas será o técnico do vôlei masculino no Pan-Americano

Juba (no meio da foto) foi o escolhido pela CBV para substituir o ex-técnico Renan Dal Zotto, que deixou o cargo no último domingo (8), após garantir a vaga olímpica para Paris 2024.

 

A Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) anunciou Giuliano Ribas, também conhecido como Juba, como técnico da seleção masculina nos Jogos Pan-Americanos de Santiago, que começam no próximo dia 20 de outubro. Juba substituirá o ex-treinador Renan Dal Zotto, que pediu demissão no último domingo (8), após conquistar a vaga olímpica para os Jogos de Paris no ano que vem. Dal Zotto alegou questões médicas e familiares para se afastar da seleção.

 

 

Juba fazia parte da comissão do ex-treinador Dal Zotto, como auxiliar técnico. Graduado em Educação Física, ele acumula 30 anos de experiência no vôlei. Trabalhou ainda como assistente técnico, analista de desempenho e supervisor.

 
 

 

Notícias relacionadas:

“Fico muito honrado com esse convite da CBV para representar o Brasil com essa equipe nos Jogos Pan-Americanos. Estamos levando um time que mescla atletas jovens e experientes. Alguns já estiveram no grupo em outras competições desta temporada e também temos destaques das seleções de base. A seleção masculina vai dar o seu melhor para ajudar o Brasil a ter um bom desempenho nessa competição tão importante”, afirmou Juba.

 

 

Em 2004, Juba integrava a equipe técnica da dupla de vôlei de praia formada por Ricardo e Emanuel, que conquistou a medalha de ouro na Olimpíada de Atenas. Seis anos depois, voltou para o vôlei de quadra. Na Rio 2016, participou da equipe de Bernardinho como auxiliar técnico e também foi campeão olímpico.

 
 

“Foram dois Jogos Olímpicos bastante significativos. Em 2004, por ser a minha primeira experiência olímpica e por ter a equipe que a gente teve. Em 2016, tivemos uma caminhada difícil, jogando em casa, mas isso ajudou a conseguir o objetivo. Mas nos dois o processo foi o mesmo. Chegar e sentir que você merece estar ali, que está bem-preparado, que trabalhou e deu seu melhor ao longo dos anos de preparação. Isso faz com que você se sinta seguro, pela capacidade que adquiriu. Faz com que tenha condição de brigar sempre”, concluiu o técnico-interino.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://wechannel.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp