05/10/2023 às 14h36min - Atualizada em 05/10/2023 às 14h36min

Macaé abraça a inovação: Programa Lixo Zero e mais projetos aprovados

Três projetos de lei (PL) apresentados pelo presidente da Câmara de Macaé, Cesinha (Solidariedade), foram aprovados nesta terça-feira (3), trazendo inovações significativas para a cidade.


Três projetos de lei (PL) apresentados pelo presidente da Câmara de Macaé, Cesinha (Solidariedade), foram aprovados nesta terça-feira (3), trazendo inovações significativas para a cidade. O primeiro deles é o Programa Lixo Zero, que visa promover a reciclagem de resíduos em uma cidade que produz cerca de 12 milhões de toneladas de lixo por ano, muitas vezes lançados em rios, córregos e canais. O vereador enfatizou a importância de conscientizar a população sobre o descarte responsável de resíduos, citando exemplos chocantes, como moradores jogando sacos de lixo no Canal do Capote.
 
Rafael Amorim (PDT) destacou o sucesso de iniciativas semelhantes em outras cidades, como Florianópolis, onde a reciclagem já gerou R$ 10 milhões. Enquanto Iza Vicente (Rede) ressaltou a necessidade de não mais permitir o descarte em lixões e aterros, enfatizando a importância do projeto para a sustentabilidade da cidade.
Outro projeto aprovado autoriza passageiros a levarem animais domésticos nos ônibus do transporte coletivo, uma iniciativa que visa facilitar a vida de famílias de baixa renda que não possuem veículo próprio. O vereador Rafael Amorim, que retornou à Casa depois de um período como secretário de Proteção e Defesa Animal, esclareceu que os donos de animais devem seguir regras, como transportar seus pets em caixas apropriadas. Algumas preocupações foram levantadas, como o possível incômodo aos passageiros, mas Cesinha ressaltou que durante os horários de pico será reservado um espaço exclusivo para pessoas com animais, seguindo exemplos de grandes metrópoles como São Paulo e Florianópolis.
 
O terceiro projeto aprovado obriga restaurantes e similares que oferecem cardápio exclusivamente digital via celular a disponibilizar também um menu convencional. A proposta visa garantir que todos os clientes tenham acesso às opções de comida, mesmo em situações em que problemas com o telefone, como bateria descarregada, possam surgir. Além disso, o projeto considera as dificuldades que alguns clientes possam ter ao utilizar aplicativos de menu. Os três projetos agora seguem para sanção do Executivo, sinalizando um futuro mais sustentável e inclusivo para a cidade de Macaé.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://wechannel.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp