28/08/2023 às 04h23min - Atualizada em 28/08/2023 às 04h23min

Agosto Lilás, em Tamoios, debate o enfrentamento à violência contra a mulher

Agosto Lilás, em Tamoios, debate o enfrentamento à violência contra a mulher

 

Em uma iniciativa da Secretaria de Assistência Social de Cabo Frio, diversas atividades marcaram, nesta segunda (28), os debates pela conscientização e enfrentamento pelo fim da violência contra a mulher, em Tamoios. A programação faz parte da campanha nacional do Agosto Lilás e foi realizada nesta manhã, no Shopping UnaPark.

A abertura do evento contou com a participação da prefeita de Cabo Frio, Magdala Furtado, da secretária adjunta de Assistência Social em Tamoios e organizadora do evento, Nelly Ricardsen; da secretária da Melhor Idade, Cristiane Fernandes; do secretário de Direitos Humanos e Segurança, André Magalhães; do coordenador geral de Tamoios, Felipe Gonçalves; da guarda civil municipal Regiane Cardoso, coordenadora da Patrulha Maria da Penha da GCM; do inspetor Márcio Pacheco, representando o delegado da 126° Delegacia de Polícia de Cabo Frio, Dr. Kadu; o tenente Felipe Nuno, representando o comandante do 25° Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel Leonardo Oliveira; e a coordenadora geral da Secretaria da Criança e do Adolescente em Tamoios, Kátia Logão.

Na ocasião, a prefeita Magdala Furtado salientou a importância da união e da sororidade entre as mulheres, e do combate à violência.

“Me orgulho de ocupar essa cadeira tão importante, que é a do chefe do Executivo. Agradeço a Deus a cada dia pela força porque sofro violência psicológica há muitos anos, como a que venho sofrendo nos últimos dias, e isso é feito para que a gente desista, mas não podemos desistir. A mulher não é vista. Meu objetivo é muito além do pensamento mesquinho de outras pessoas. Digo a todas as mulheres para que não desistam porque sei que isso acontece com vocês também. Quem decide se somos capazes ou não somos nós, não é ninguém. Quando decidimos nosso objetivo temos que caminhar em direção a ele. Então, esse índices crescentes da violência contra a mulher, seja de que tipo for, é fundamental que seja denunciado. A mulher tem que caminhar lado a lado ao homem. É preciso ter sororidade, a mulher precisa dar as mãos a outra mulher e é para isso que vou trabalhar”, destacou a prefeita.

“É uma realidade mundial e antiga, que independentemente de classe social, etnia, que assola a todas as mulheres. É uma causa muito importante, que precisa ser debatida por todos, visando os anseios da comunidade tamoiense. É fundamental discutir e agir pelo fim da violência contra a mulher”, afirmou a secretária-adjunta da Assistência Social em Tamoios, Nelly Ricardsen.

Após os pronunciamentos da mesa, os presentes participaram de um café da manhã e, na sequência, uma palestra da Patrulha Maria da Penha da Guarda Civil Municipal de Cabo Frio abordou os 17 anos da Lei Maria da Penha.

O encontro contou também com a apresentação do projeto de dança Salvando Vidas, idealizado em 2019 pela professora e instrutora da Polícia Militar, Aline Rangel. A iniciativa oferece, ainda, terapia em grupo e “outras formações profissionais como coach com programação neurolinguística que são utilizadas durante as aulas”.

As atividades do projeto são gratuitas, realizadas na praia do Condomínio Santa Margarida, em Unamar, e abertas a todas as mulheres.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://wechannel.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp