21/06/2023 às 16h38min - Atualizada em 22/06/2023 às 00h00min

Passa a valer o Marco Legal das Criptomoedas: veja 5 dicas para evitar armadilhas e proteger seus investimentos

Especialista em consultoria blockchain e cripto ativos alerta sobre como evitar os perigos ao investir no mundo online

SALA DA NOTÍCIA Agência NoAr
Freepik

É notável que o mercado de criptomoedas cresceu aceleradamente no Brasil nos últimos anos e tem investido em diferentes setores, como esporte, lazer, cultura e até mesmo educação. O país movimentou cerca de US$ 140 bilhões em criptomoedas entre julho de 2021 e junho de 2022, segundo a plataforma Chainaysis. Um dos pontos de maior atenção do mercado era a falta de fiscalização nas transações, mas isso está mudando. Nesta semana passou a valer o Marco Legal dos Cripto Ativos, que, entre os principais pontos, inclui no Código Penal a punição contra fraudes e define regras para as casas de negociação de criptomoedas.

A nova legislação foi recebida com bons olhos pelo setor, já que complementa as leis que regem o sistema financeiro e abre espaço para uma regulamentação das operações com criptoativos. Com o avanço do setor, o interesse em investir no mercado também se multiplicou. “Aos entusiastas do mercado financeiro, é válido ressaltar a importância de estarem atentos às aplicações. Por mais que as criptomoedas sejam uma forma atraente de investimento, é importante ter cautela e estar bem informado antes de investir. Alguns investidores têm caído em armadilhas por não se informarem adequadamente ou não tomarem as medidas básicas de segurança”, comenta Paulo Fernando Braga, CEO da Omega Digital Assets, casa de investimentos em cripto e wealth tech especializada em consultoria de ativos digitais, blockchain e criptomoedas.

Investidores inexperientes estão mais sujeitos aos golpes e fraudes, mas os mais experientes também precisam estar atentos. Um levantamento da Soldius Labs apontou que, em 2022, foram realizados 15 golpes por hora envolvendo criptoativos e, com isso, entre janeiro e novembro, hackers roubaram cerca de US$ 4,3 bilhões em moedas digitais. Braga ressalta: “Fica claro que a segurança é uma preocupação constante no mercado de criptomoedas, por isso, torna-se essencial que os investidores tomem medidas para estarem protegidos ao máximo”.

Diante disso, o especialista separou 5 dicas para fugir dos perigos do universo cripto.

 

Antes de investir, realize uma pesquisa completa

Os ativos digitais, como são chamados os recursos disponíveis no ambiente virtual, costumam ter altos valores iniciais para quem deseja investir. Por isso, é essencial fazer uma pesquisa para que o investidor verifique a reputação do ativo e esteja a par da reputação da empresa ou do projeto. “Essa dica é valiosa para todos os perfis de investidores, desde os mais ousados aos mais conservadores”, complementa o CEO da Omega Investimentos. 

 

Fique atento às promessas de investimentos com retornos garantidos

Todo e qualquer tipo de investimento pode trazer riscos para os investidores, sejam eles conservadores, moderados ou arrojados. Com as criptomoedas não é diferente; se lhe prometerem um retorno extraordinário em pouco tempo, é provável que seja uma fraude. Os investimentos em criptomoedas são arriscados e necessitam de um olhar aguçado para que não haja grandes prejuízos. “Desconfie, inclusive, dos esquemas de pirâmide financeira, eles prometem altos retornos dos investimentos, uma porcentagem bem maior do que o normal, e não cumprem”, alerta o especialista.

 

Não compartilhe informações pessoais ou financeiras

Os golpistas e hackers vão tentar a todo custo obter informações privilegiadas sobre a identidade do investidor para ter acesso às contas e transações. “O sigilo e a proteção de dados, principalmente nesses casos, é uma forma de evitar a exposição desnecessária e a abertura para que possíveis golpes sejam realizados com facilidade”, analisa Paulo. 

 

Mantenha seus investimentos seguros

Guardar seus criptoativos em carteiras seguras, como cold wallets, é uma ótima dica. Além disso, evitar deixar grandes quantidades de criptomoedas em exchanges que podem ser alvos de ataques cibernéticos também é válido. As chaves privadas, usadas para acessar a carteira digital, devem estar sempre em segurança.

 

Use uma plataforma confiável

Há diversas maneiras de investir em ativos digitais, mas o principal é ter certeza de que a plataforma escolhida é confiável e regulamentada, assim o risco de fraude diminui drasticamente. Opte por exchanges e corretoras conhecidas e bem avaliadas no mercado, além de pesquisar avaliações e opiniões de terceiros. “Antes de investir em qualquer criptomoeda, faça sua própria pesquisa e analise o histórico da moeda, sua tecnologia, equipe de desenvolvimento e perspectivas de mercado. Assim, sua decisão será embasada em dados e não em suposições” finaliza Paulo Fernando Braga. 

 

Sobre Omega Digital Assets

A Omega Digital Assets é uma wealth tech especializada em consultoria de ativos digitais, blockchain e criptomoedas. A empresa é uma casa de investimentos com produtos próprios e produtos das maiores casas de investimentos cripto do Brasil e do mundo. Fornece, por meio de um sistema próprio, compra e venda de ativos diretamente da carteira do cliente, sem que a empresa precise da custódia do capital. Criada em 2018 pelos sócios-fundadores Paulo Fernando Bertholdo Braga e João Vitor Eloy, entusiastas do setor de tecnologia, finanças e do mundo cripto, a companhia tornou-se, em março de 2022, broker da segunda maior corretora cripto do mundo, a OKX, possuindo uma corretora própria em uma de suas verticais. A Omega, desde sua criação, cresce sua base de clientes 150% por ano e desenvolve novos produtos de infra-estrutura para o mercado cripto, como plataformas de social trading whitelabel e seu aplicativo educacional, o OmegaPRO.


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://wechannel.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp