24/03/2023 às 07h38min - Atualizada em 26/03/2023 às 00h00min

A importância de oferecer mais flexibilidade aos colaboradores

Do horário de trabalho à maneira de adquirir novas habilidades, os profissionais estão buscando rotinas flexíveis

SALA DA NOTÍCIA Raphael Spinelli, diretor regional da Udemy para a América Latina
Freepik

Com a pandemia, a maior parte das empresas precisou – de uma hora para outra – adaptar os modelos de trabalho e as rotinas dos seus colaboradores. De lá para cá, muitas delas não voltaram ao modelo de trabalho antigo, que era quase totalmente presencial – algumas permaneceram no modelo 100% home office e outras adotaram o modelo híbrido.

Isso aconteceu, em parte, porque os gestores perceberam que os negócios podem prosperar mesmo com parte dos funcionários trabalhando de casa ou de onde estiverem. No entanto, outro motivo é a demanda dos próprios colaboradores por mais flexibilidade.

Neste ano e no ano passado, observamos em países como Brasil e Estados Unidos o fenômeno da Great Resignation (grande renúncia, em tradução literal), em que milhares de profissionais pediram demissão dos seus cargos porque buscavam mais flexibilidade, algo que os seus empregadores se recusavam a entregar.

Segundo dados do relatório “Trabalho remoto: Tendência veio para ficar”, realizado pela consultoria KPMG com mais de 530 empresas ao redor do mundo, 89% dessas empresas já colocaram ou estão colocando em prática políticas de trabalho remoto para os seus funcionários.

Flexibilidade, no entanto, é mais do que a possibilidade de trabalhar de casa quando possível. Por exemplo, é também a possibilidade de fazer horários diferentes, de acordo com os compromissos corporativos e pessoais de cada dia, e de trabalhar apenas quatro dias na semana, em alguns casos. Ainda mais importante é oferecer aos funcionários a flexibilidade de se qualificarem ou requalificarem onde e nos horários que quiserem e não limitar o seu desenvolvimento profissional à formação presencial.

Com cursos online como os que oferecemos na Udemy, os profissionais podem adquirir novas habilidades – fundamentais para eles e para o crescimento das empresas em que trabalham – no próprio ritmo, onde e quando quiserem. É possível, inclusive, baixar os cursos para fazer offline, por exemplo, dentro do metrô indo ou voltando do trabalho, onde o sinal de celular não costuma funcionar.

A flexibilidade no trabalho tanto permite que os profissionais usem melhor o próprio tempo – para estar mais com a família e os amigos, fazer mais atividades físicas e aprender mais, por exemplo – quanto estimula que eles fiquem mais felizes e motivados e permaneçam na empresa por mais tempo. É bom para o colaborador e bom para os resultados do negócio.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://wechannel.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp