17/02/2023 às 13h19min - Atualizada em 20/02/2023 às 00h00min

Como os jovens devem se qualificar para o mercado de trabalho

Gustavo Farias, instrutor de liderança na Udemy, dá dicas para quem busca o primeiro emprego

SALA DA NOTÍCIA Camilla Ginesi
Freepik
 

Nos últimos dez anos, o número de jovens desempregados cresceu no Brasil – especialmente entre 2015 e 2017, de acordo com um relatório do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) e da OIT (Organização Internacional do Trabalho) publicado em 2020. Então, como os jovens devem se qualificar para terem melhores oportunidades no mercado de trabalho?

Segundo Gustavo Farias, instrutor de liderança na Udemy, fazer uma graduação pode não ser mais suficiente para quem quer começar a vida profissional. “Na maioria dos mercados em que a concorrência é acirrada, os estudantes precisam estar preparados com habilidades adicionais quando se formarem, se quiserem um emprego bem remunerado”, afirma ele.

Algumas dicas de Farias são fazer estágios para adquirir experiência prática, aprender a usar ferramentas e tecnologias que são populares e tendências no setor no qual se deseja atuar e fazer cursos online. “Um dos papéis dos cursos online é ajudar, com rapidez, os profissionais a conseguirem habilidades que possam abrir novas portas no mercado de trabalho”, diz ele.

Inclusive, nem sempre obter um diploma universitário é o melhor caminho para quem busca o primeiro emprego qualificado, de acordo com Farias. “Para quem quer trabalhar na área de TI, por exemplo, pode ser mais interessante aprender uma linguagem de programação amplamente usada pelas empresas, como Python ou JavaScript”, diz ele. Para Farias, as habilidades específicas que os profissionais possuem tendem a contar mais para os empregadores do que as graduações ou MBAs que eles fizeram.

Quem quer se destacar entre os candidatos deve avaliar a concorrência e entender o que pode fazer de diferente, segundo Farias. “É aprender uma habilidade que não é comum no setor? É dominar uma tecnologia que não se aprende na graduação? O profissional precisa se fazer essas perguntas”, sugere ele. Outra dica do instrutor é buscar entender quais são os principais problemas do setor em que se atua ou pretende atuar e, então, buscar soluções criativas para eles.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://wechannel.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp