06/01/2023 às 09h46min - Atualizada em 06/01/2023 às 09h46min

Macaé a frente do mercado nacional de energia

Sem dúvidas, Macaé reassume o protagonismo das principais transformações que envolvem a nova dinâmica do mercado nacional da energia.



Sem dúvidas, Macaé reassume o protagonismo das principais transformações que envolvem a nova dinâmica do mercado nacional da energia, ao ser polo dos investimentos que transformam diferentes etapas de prospecção e produção de óleo e gás, seja nas reservas maduras da Bacia de Campos, seja nas abundantes áreas do pré-sal na Bacia de Santos.
Estratégia nascida há cerca de 10 anos no município, a revitalização dos campos maduros passa a representar uma parte significativa dos contratos de serviços estabelecidas por petrolíferas junto as empresas que pertencem a cadeia produtiva offshore local, o que provoca o principal efeito desta nova realidade econômica da cidade: a geração crescente de postos de trabalho.
“Buscamos, a cada dia, atender às demandas do segmento que impulsiona a retomada da economia da nossa cidade. Somos parceiros das empresas e das instituições que reconhecem a importância da nossa cidade para a cadeia offshore nacional. Juntos, somos capazes de atrair investimentos e gerar empregos”, destacou o prefeito Welberth Rezende.
Vertente desta estratégia de revitalização dos campos maduros, a empresa 3R Petroleum apresentou ao prefeito, através dos seus representantes Wernecy Cardoso, Relações Governamentais, José Celso Pessanha Gerente de SMS Offshore, Luiz Mendes Gerente do Ativo Papa-Terra, a responsabilidade social e econômica de contribuir com a nova etapa de desenvolvimento de Macaé.
“Estamos começando a operar na Bacia de Campos na área de abrangência de Macaé. Por isso, achamos importante apresentar a nossa proposta de revitalizar a produção de áreas em desinvestimento da Petrobras. Somos hoje uma das maiores produtoras de óleo e gás da América Latina nesta estratégia”, destacou Luiz Mendes.
A revitalização dos campos maduros garante, não apenas a “sobrevida” da Bacia de Campos, mas amplia a participação de Macaé no mercado global de energia.
“Somos o polo do processo de transição energética do país, uma discussão que também passa pela revitalização dos campos maduros. É nosso dever acompanhar e participar deste processo que atrai investimentos e desenvolve pesquisas que são referência no Brasil e no mundo”, avaliou o Secretário de Desenvolvimento Econômico, Rodrigo Vianna.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://wechannel.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp