05/01/2023 às 14h26min - Atualizada em 06/01/2023 às 00h00min

App parceiro da população | 5 vantagens de usar um aplicativo de segurança pessoal

Especialista indica benefícios de monitorar as redondezas em tempo real, como reduzir os riscos de um assalto ou a perda de tempo em congestionamentos

SALA DA NOTÍCIA João Pedro Souza Cruz
Divulgação

Aumentar a segurança pessoal na capital paulista é desafiador, já que o número de assaltos, acidentes e outras ocorrências na cidade é expressivo. Dados da Secretaria da Segurança Pública (SSP) apontam que o mês de junho teve um aumento de 15% nos roubos e de 40% nos furtos registrados, em relação ao mesmo período em 2021. Para ajudar os cidadãos a transitarem com mais segurança, alguns aplicativos, inclusive gratuitos, vêm atuando como verdadeiros parceiros da população.

“Viver em São Paulo não precisa ser um risco constante. É possível morar e se locomover pela cidade de forma segura e sem imprevistos. Exemplo disso são os diversos aplicativos que existem atualmente para aumentar a segurança dos moradores, com vantagens interessantes, que tornam a rotina da população mais tranquila”, comenta Felipe Stanquevisch, CEO da Civi, app gratuito que sinaliza os usuários de ocorrências pela cidade de São Paulo, como crimes, acidentes, manifestações, maus tratos de animais, obstruções de vias, entre outras. 

O CEO aponta cinco vantagens para os cidadãos que usam um aplicativo de segurança pessoal:

1.   Planejar a rotina - com um app de segurança, é possível saber, com antecedência, quais pontos da cidade evitar para não perder tempo. Se antes de sair de casa, os usuários puderem conferir quais avenidas estão mais congestionadas ou serem informados de pontos de manifestações ou de obstruções de vias, seja por conta de obras ou queda de árvores, por exemplo, poderão planejar sua rotina escolhendo rotas alternativas e assim evitam transtornos.

2.    Evitar zonas de perigo - a incidência de assaltos e furtos está aumentando na cidade paulistana e um aplicativo ajuda a monitorar essas ocorrências, para que o usuário evite as zonas de risco. No app da Civi, por exemplo, é possível conferir exatamente em que locais acontecem essas ocorrências e ter acesso a fotos e descrições que os usuários compartilham no aplicativo.

3.       Ter segurança no trânsito - São Paulo é uma cidade populosa e isso também se reflete no número de acidentes de trânsito. Ter um app de segurança ajuda a visualizar em quais pontos há engarrafamentos e acidentes, o que é útil tanto para quem está no mesmo trajeto e pode evitar o risco, quanto para quem já está perto da área e pode pedir ajuda às autoridades e reportar a ocorrência no aplicativo.

4.        Ajudar animais indefesos - um app de segurança pessoal não precisa limitar-se a ocorrências com humanos, podendo também alertar sobre maus tratos a animais. Se um usuário presenciar ou descobrir um animal sendo maltratado, ele pode reportar o fato no aplicativo da Civi e acionar uma ONG ou demais autoridades para cuidar da situação. 

5.      Contribuir com a comunidade - Todo e qualquer tipo de alerta registrado em um aplicativo desse tipo contribui para a segurança da comunidade. “É um tipo de informação que sempre vai ser útil para alguém e que efetivamente pode evitar riscos e transtornos. Um aplicativo de segurança estabelece um sistema colaborativo, em que um usuário coopera com a segurança do outro e com a sua própria. Isso constrói um senso de comunidade e apoio, fatores essenciais nos dias de hoje”, finaliza Stanquevisch.



 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://wechannel.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp