29/12/2022 às 18h52min - Atualizada em 30/12/2022 às 06h05min

Auxílio Emergencial Municipal atende famílias de Rio das Ostras afetadas pelas chuvas

Requerentes devem procurar unidades do Centro de Referência de Assistência Social e apresentar documentação obrigatória

G1 - REGIÃO DOS LAGOS
https://g1.globo.com/rj/regiao-dos-lagos/especial-publicitario/prefeitura-municipal-de-rio-das-ostras/noticia/2022/12/29/auxilio-emergencial-municipal-atende-familias-de-rio-das-ostras-afetadas-pelas-chuvas.ghtml

Requerentes devem procurar unidades do Centro de Referência de Assistência Social e apresentar documentação obrigatória Com as fortes chuvas das últimas semanas, centenas de famílias de Rio das Ostras tiveram suas residências invadidas pela água, devido ao transbordo de rios e canais.
Com isso, os poderes Executivo e Legislativo se uniram para criar e aprovar um Auxílio Emergencial no valor de R$ 1,5 mil. O valor depositado em conta-corrente, em parcela única, será destinado às pessoas em vulnerabilidade social para aquisição de material de construção, móveis e eletrodomésticos.
Para requerer o benefício municipal, o cidadão deve procurar a unidade do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) mais próximo de sua casa, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.
Servidores da Secretaria de Assistência Social estão nas unidades dos Cras recebendo os requerentes
Jorge Ronald
“Assim que a Defesa Civil nos alertou sobre os pontos de alagamentos e prejuízos causados à população pelas fortes chuvas, nos reunimos com a equipe técnica para um plano de ação emergencial na área da Assistência Social. Não apenas acolhemos os desabrigados e desalojados, mas agilizamos os procedimentos para que tão logo o projeto de Lei do Auxílio Emergencial fosse aprovado pelo Legislativo, nossos servidores estivessem a postos nos Cras”, disse Eliara Fialho, secretária de Assistência Social.
DOCUMENTOS
Para requerer o valor em transferência única de R$ 1,5 mil, o solicitante deve apresentar: cópia e original da Carteira de Identidade e CPF; cópia do comprovante de conta bancária do requerente (cartão e/ ou conta digital, chave pix); cópia de documentação de identificação da composição familiar (Certidões de Nascimento e Casamento, RG, e/ou Carteira de Trabalho); comprovante de residência em nome do requerente ou de outro membro da composição familiar (contas de telefone, luz ou água, IPTU, declarações de saúde e assistência social, contrato de aluguel); cópia e original de laudo médico nos casos de famílias com pessoas com deficiência.
Os requerentes devem ficar atentos à documentação obrigatória e entregar no Cras
Jorge Ronald
Para comprovação de renda familiar, o requerente deve apresentar: declaração de renda em modelo fornecido pela Secretaria de Assistência Social; comprovante bancário (nos casos de aposentadoria e pensão); contracheque ou recibo de pagamento ou carteira de trabalho com salário atualizado (cópia da folha da carteira de trabalho onde constem retrato e salário).
É obrigatório também que o requerente apresente registros fotográficos, vídeos ou laudo das autoridades competentes (Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, secretarias de Segurança Pública e Assistência Social).
É preciso apresentar fotografias, vídeos ou laudos de autoridades competentes
Jorge Ronald
ENDEREÇOS
O Cras Sul fica localizado na rua Serafim Bastos, s/nº, em Cidade Beira Mar; O Cras Central, fica na rua Três Marias, s/n°, no Parque da Cidade, em Nova Cidade; o Cras Norte, na rua Peperônia, quadra 82, entre as localidades Cláudio Ribeiro/Âncora e em Rocha Leão, o órgão funciona na rua Isolino Almeida, nº 5. Os beneficiários podem, também, fazer a requisição nas unidades volantes de Cantagalo, no Deagro, na Estrada Califórnia; e no Mar do Norte, na Escola Municipal Enedina Fidelis Moreira, na rua Albano Branco Guimarães, s/nº.
Após reunir toda documentação, o querente de cada família deve se dirigir ao Cras mais próximo de sua residência
Allexandre Costa
BENEFÍCIO
Rio das Ostras foi uma das cidades das regiões Norte Fluminense e Lagos que sofreu com o excesso de chuva. Nas primeiras horas do dia 20 de dezembro, 120 milímetros de águas pluviais já haviam caído, colaborando para acelerar o transbordo de canais e rios, além de dificultar o escoamento.
A criação do benefício temporário e emergencial foi definida no mesmo dia, entre o prefeito Marcelino Borba e os membros do poder Legislativo de Rio das Ostras, que estornou para o Executivo o valor de R$ 2,5 milhões com a finalidade específica de atender às pessoas atingidas pela chuva.
Para o prefeito Marcelino Borba, o que aconteceu em Rio das Ostras é uma situação atípica.
“Há muito tempo não víamos uma enchente desta magnitude. Desde que assumimos a gestão, temos feito obras com base em estudos técnicos. Isso se comprova nas localidades que já tiveram a obra de escoamento realizada e não tiveram problema de alagamento. Por isso, vamos, em caráter de urgência, chegar até as famílias que tiveram perdas de bens materiais”, disse.
A Prefeitura de Rio das Ostras recebeu as famílias desabrigadas e desalojadas no Centro Integrado de Convivência (Cic) de Nova Esperança e deu todo apoio necessário. Além disso, lançou uma campanha de doação de alimentos para atender às pessoas afetadas pelas chuvas.

Fonte: https://g1.globo.com/rj/regiao-dos-lagos/especial-publicitario/prefeitura-municipal-de-rio-das-ostras/noticia/2022/12/29/auxilio-emergencial-municipal-atende-familias-de-rio-das-ostras-afetadas-pelas-chuvas.ghtml
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://wechannel.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp